Falta de confiança: o que é e como superar

EAD UNISC   |    | 14 min de leitura
Saiba mais
Saiba mais

A falta de confiança é um problema que ainda atinge parcela considerável da população. Perfeccionismo excessivo, medo de dizer o que pensa e mania de se comparar são algumas das características das pessoas que vivem com essa insegurança. 

Além de afetar os relacionamentos interpessoais, é comum que a falta de confiança reflita nos estudos e no trabalho, o que pode trazer sérios prejuízos à carreira profissional  e acadêmica.   

Nesse contexto, torna-se essencial buscar a raiz do problema para encontrar formas de atenuar as inseguranças. A seguir, explicamos mais sobre falta de confiança e trazemos algumas dicas para superar essa situação. Confira!  

Neste artigo, você vai ver: 
O que é falta de confiança?
Principais características da falta de confiança 
Como surge a falta de confiança? 
Importância da confiança na vida das pessoas 
7 dicas para superar a falta de confiança 
Livros sobre autoconfiança 
Conclusão

falta-de-confiança - mulher branca debruçada sobre o braço em escritório

O que é falta de confiança? 

A falta de confiança se manifesta de diversas maneiras e, de forma geral, está associada a um sentimento constante de inferioridade. Esse estado emocional faz com que o indivíduo duvide e questione frequentemente suas capacidades.

Em algum grau, todo mundo já se sentiu menos confiante em algum momento da vida, seja por falta de preparação, inexperiência ou outros fatores externos.


A falta de confiança se torna um problema quando passa a prejudicar as relações pessoais e profissionais de forma contínua.

Falando do aspecto profissional especificamente, é comum que pessoas com baixa autoconfiança tenham dificuldades para se relacionar e executar atividades de trabalho ou acadêmicas.

A pessoa sem confiança acredita que está sempre dois passos atrás dos outros. Assim, o medo do fracasso e de receber críticas, somados a uma mania constante de se comparar com os colegas, impedem que esse profissional cresça e encare novos desafios.

Essas inseguranças fazem com que muitos profissionais sejam excessivamente críticos com seus trabalhos, o que prejudica sua produtividade e, consequentemente, sua carreira.

Principais características da falta de confiança 

A falta de confiança pode se refletir em diversas atitudes e ações. Elencamos abaixo algumas das principais manifestações no dia a dia: 

 Cobranças excessivas, buscando um perfeccionismo inalcançável nos trabalhos; 

  • Mania de se comparar com outros colegas, que pode vir acompanhada de uma necessidade de demonstrar superioridade e segurança constantemente; 
  • Necessidade de inferiorizar os colegas para se sentir bem; 
  • Medo de inovar e se arriscar, perdendo, assim, muitas oportunidades de crescimento; 
  • Tendência à procrastinação por medo de errar, deixando atividades para última hora; 
  • Impossibilidade de reconhecer suas habilidades, olhando apenas para as limitações; 
  • Necessidade de reconhecimento externo para se sentir seguro com suas conquistas; 
  • Incapacidade de falar o que pensa ou opinar por medo da rejeição.  

Os profissionais que vivenciam situações como as citadas acima encontram muita dificuldade para crescer e alavancar a carreira. A insegurança não permite que se sintam merecedores e reconheçam seus pontos fortes. 

Além disso, a falta de confiança pode prejudicar a saúde mental do indivíduo, levando a quadros de estresse, ansiedade e, até mesmo, depressão 

principais-caracteristicas-da-falta-de-confianca - mulher em frente ao computador, com as mãos nas têmporas

Como surge a falta de confiança? 

A confiança não é algo que nasce com algumas pessoas e com outras não. É um sentimento construído através de nossas experiências, interações e estímulos que recebemos daqueles que nos cercam.   

Dessa forma, a falta de confiança pode surgir por diversos fatores. Uma grande experiência mal sucedida pode mudar drasticamente a forma como uma pessoa se relaciona com seu trabalho e com seus colegas.   

Muitas vezes, também não são necessárias situações grandiosas. Pequenas frustrações acumuladas podem ser suficientes para acabar com a autoconfiança de alguém. Além disso, vivências da infância e do relacionamento com os pais também podem estar por trás dessa carência.   

Ou seja, é difícil identificar a fonte do problema. As pessoas são muito diversas, e cada uma processa suas experiências de formas distintas. O autoconhecimento é o melhor caminho para encontrar saídas para o problema.  

New call-to-action

Importância da confiança na vida das pessoas 

“A confiança em si mesmo é o primeiro segredo do sucesso”, disse Ralph Waldo Emerson, conceituado escritor estadunidense.   

Estudos, dedicação e proatividade são essenciais para alcançar um objetivo profissional ou acadêmico. No entanto, esses fatores não serão suficientes se a pessoa não acreditar e confiar em seu potencial.   

Imaginemos uma situação hipotética. Ana se formou recentemente em Pedagogia, depois de anos estudando e se preparando para a profissão. Em sua primeira entrevista de emprego, ao invés de ressaltar suas competências e habilidades, ela começa a falar sobre suas limitações, citando apenas o que ainda pode melhorar.   

Você, leitor, contrataria Ana? Possivelmente não. Por que contratar uma pessoa que não reconhece suas próprias conquistas? A autoconfiança é essencial para o sucesso profissional.  

Além disso, a falta de confiança também se reflete em nossas relações com os outros. Uma pessoa insegura precisa constantemente da aprovação dos colegas ou pode acabar tentando inferiorizá-los para se sentir melhor.    

As duas situações são maléficas para o ambiente de trabalho e minam as relações ali existentes.  

Além de ser essencial para o convívio em sociedade, a confiança em si mesmo é o caminho para uma vida pessoal e profissional mais saudável.  

7 dicas para superar a falta de confiança 

Já falamos sobre os problemas que a falta de confiança pode trazer para a vida das pessoas. Agora, selecionamos sete dicas para aumentar a autoconfiança e superar essas dificuldades. Confira:  

1 - Liste suas qualidades e habilidades: Infelizmente, as pessoas ainda têm o hábito de olhar apenas para aquilo que está errado ou faltando em suas vidas. Reserve um tempo para pensar nas coisas boas em você — suas habilidades, traços de personalidades ou  conquistas. Pegue papel e caneta e escreva esses pontos positivos. Ao final, guarde esse documento em um lugar seguro e procure revisitá-lo quando se sentir inseguro.   

2 - Não se culpe: Se existe uma verdade universal é que todo mundo erra. Grande parte dos nossos aprendizados, inclusive, vêm através da tentativa e do erro. Não se cobre tanto quando algo não sai como planejado. Essas situações fazem parte da vida. Ficar se culpando e remoendo o que aconteceu são formas de minar a autoconfiança.   

3 - Converse com pessoas de confiança: Conversar sobre suas inseguranças com amigos e familiares pode ser uma ótima forma de externar seus sentimentos. Além disso, o acolhimento dessas pessoas é essencial para olhar com mais carinho e atenção para si mesmo.   

4 - Procure por relações saudáveis: Muitas vezes, a falta de confiança pode partir de uma relação ruim. Afaste-se de pessoas que o colocam para baixo e duvidam de suas capacidades. Se isso acontecer no ambiente de trabalho, procure pelo RH de sua empresa ou relate a situação para seus superiores.   

5 - Entenda quais são seus limites: Ninguém consegue fazer tudo. Entenda quais são os seus limites e faça as pazes com eles. Compreender e abraçar nossas limitações também é uma forma de aumentar a autoconfiança.   

6 - Tente sair da defensiva: É muito comum que pessoas inseguras estejam constantemente na defensiva, rebatendo com hostilidade ou impaciência críticas e comentários sobre seu trabalho. Aprenda a ouvir os outros e busque estar mais aberto a sugestões.   

7 - Busque ajuda profissional: Para quem tem problemas de confiança, a terapia pode ser uma ótima ferramenta para entender de onde vem suas inseguranças. Busque ajuda de profissionais capacitados!

7-dicas-para-superar-a-falta-de-confianca - mulher com folha de papel no frente do rosto

Livros sobre autoconfiança 

Para pensar mais sobre confiança, separamos uma lista de leituras que podem contribuir para a discussão. Confira:  

Os segredos da autoconfiança, de Robert Anthony  

Especialista em psicologia comportamental, Dr. Robert Anthony explica como fugir das amarras do medo e da insegurança. Além disso, ele orienta sobre como enfrentar a realidade de uma forma diferente, com mais entusiasmo e confiança.   

Os segredos da autoconfiança ensina que para alcançar a independência é necessário estar aberto e receptivo a novos conceitos, valores e opiniões. O objetivo é descobrir como reorganizar os próprios pensamentos e dar voz a um novo “eu”.  

A coragem de ser imperfeito, de Brené Brown 

A autora Brené Brown apresenta suas descobertas e estratégias bem-sucedidas para tratar vulnerabilidade, medo, vergonha e imperfeição.  

Para a escritora, viver é experimentar incertezas, riscos e se expor emocionalmente. E isso não precisa ser algo ruim. Para Brown, a vulnerabilidade não é uma medida de fraqueza, mas a melhor definição de coragem. Com esse pensamento, A coragem de ser imperfeito nos desafia a mudar a maneira como vivemos e nos relacionamos.  

Como me tornei o amor da minha vida, de Guilherme Pintto 

Neste livro, o autor fala sobre a importância de amar a si mesmo. “Precisei me amar, para, então, finalmente conseguir encontrar o amor que eu desesperadamente buscava ao lado de fora”, explica Pintto na sinopse do livro. 

A obra é um best-seller, com mais de 100 mil exemplares vendidos no Brasil.  

Mindset: A nova psicologia do sucesso, de Carol S. Dweck  

Neste livro, Carol S. Dweck, professora de psicologia na Universidade Stanford e especialista internacional em sucesso e motivação, fala sobre mindset, uma atitude mental crucial para o sucesso.   

Segundo a autora, o mindset nos ajuda a compreender por que somos otimistas ou pessimistas, bem-sucedidos ou não. Ela explica que esse conceito define nossa relação com o trabalho e com as pessoas, sendo um fator decisivo para que todo o nosso potencial seja explorado. 

Conclusão 

Neste artigo, entendemos mais sobre a falta de confiança e as formas de superar essa condição. Esse sentimento ainda impacta a vida pessoal e profissional de muitas pessoas.  

Apesar disso, existem muitas maneiras de aumentar a autoconfiança e mudar alguns comportamentos. O desejo de fazer diferente é o primeiro passo para as transformações acontecerem.   

Gostou desse artigo? Conte nos comentários mais sua relação com a confiança! 

 

 

 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT