Tag: EAD

Você já deve ter ouvido falar sobre o Prouni, mas sabe o que é necessário para participar deste programa do MEC e conseguir uma bolsa de estudos?

Acompanhe este texto até o final e descubra como funciona a chamada nota de corte para entrar no curso e instituição que você sempre sonhou por meio do Prouni.

estudante com computador na biblioteca

O que é o ProUni?

Criado em 2004, o Programa Universidade Para Todos (Prouni) tem por objetivo incentivar o ingresso ao ensino superior por meio de bolsas de estudo em universidades particulares do Brasil.

A iniciativa do Ministério da Educação prevê bolsas parciais e integrais a estudantes.

Para participar do Prouni, o estudante precisa comprovar renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa, caso queira concorrer a uma vaga com bolsa integral (100%).

Já para as bolsas parciais (50%), é necessário que a renda familiar não ultrapasse 3 salários mínimos por pessoa.

Como participar do Prouni?

A intenção do governo federal quando criou o Prouni foi de ampliar o acesso ao ensino superior, especialmente para pessoas de baixa renda, por isso que foi estipulado o teto de renda para que o estudante pudesse participar.

Além disso, outra exigência para participar do Prouni é que a pessoa tenha feito todo o ensino médio na rede pública de ensino.

Também é possível participar do Prouni quem fez ensino médio em escola particular, desde que tenha obtido bolsa integral de estudos.

Outra exigência é que o estudante ainda não tenha concluído nenhuma faculdade.

Para participar do Prouni, é necessário que o estudante tenha realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), e obtido uma nota superior a 450 pontos (a pontuação varia entre 0 e 1000 pontos). Também é necessário que a redação tenha nota superior a zero (pontuação da redação também varia entre 0 e 1000).


Nota de Corte do Prouni

A chamada Nota de Corte para concorrer a uma vaga no Prouni é a pontuação mínima exigida para um determinado curso ou instituição.

Como a cada edição, muda o número de candidatos, instituições e cursos, não existe uma nota de corte exata, já que ocorrem oscilações, mas é possível afirmar que cursos concorridos, como medicina, por exemplo, é necessário que o candidato tenha uma nota superior a 680 pontos.

Na edição de 2020, a pontuação mínima para medicina foi 715, enquanto a máxima foi 815. Entretanto, a maioria dos cursos tem a nota de corte mais acessível.

Em Ciências Contábeis, no ano de 2020, foi possível concorrer às bolsas do Prouni com 460 pontos na nota do ENEM, ou seja, apenas 10 a mais do que o mínimo necessário.

As notas de corte de cada curso são disponibilizadas em um sistema do MEC.

O candidato pode acompanhar as notas de corte e alterar suas opções de curso e instituição desejada até o encerramento das inscrições. Desta forma, o candidato tem mais autonomia na escolha de qual curso irá fazer.

A inscrição válida é sempre a última que for confirmada pelo candidato.

Vale lembrar que cada candidato tem direito a colocar na inscrição até 2 opções de instituições, cursos e turnos em que poderá estudar.

No site Educa Mais Brasil é possível fazer um simulado no qual o candidato coloca a cidade onde quer estudar, o curso pretendido e a nota do ENEM. Como resultado são apresentadas as instituições nas quais é possível obter bolsa pelo Prouni.

estudante fazendo enem


Me inscrevi no Prouni, e agora?

A partir do momento que o candidato se inscreve no Prouni, é importante ficar atento às seguintes datas:

- Resultado da 1ª Chamada
- Comprovação de informações da 1ª Chamada
- Resultado da 2ª Chamada
- Comprovação de informações da 2ª Chamada
- Prazo para participar da lista de espera
- Divulgação da lista de espera
- Comprovação das informações da lista de espera

No site do Prouni é possível ter acesso a um calendário em que o candidato consegue ver exatamente quando abrem e encerram os prazos para cada uma dessas etapas.

Ingresse no EAD da UNISC com a nota do ENEM

Caso você queira iniciar a faculdade antes desses prazos – em 2021, a nota do ENEM está prevista para ser divulgada em 29 de março, é possível ingressar nos cursos EAD e semipresenciais da Universidade de Santa Cruz do Sul com a pontuação do Exame de anos anteriores.

E o melhor, podendo conseguir bolsas integrais e parciais.

Atualmente, a UNISC oferece 20 cursos a distância, todos reconhecidos pelo MEC, o que significa validade do diploma para todo o território nacional.

Também é válido destacar que o diploma de um curso EAD tem a mesma validade de um diploma presencial, e que não há distinção entre as modalidades.

Dentre os cursos ofertados no EAD da UNISC estão Administração, Educação Física, Ciências Contábeis, Pedagogia, Marketing, Serviço Social, entre outros.

Além da possibilidade de entrar diretamente com a nota do ENEM, é possível ingressar nos cursos superiores a distância da UNISC por transferência de outra instituição de ensino ou com o diploma universitário, para os casos de quem busca a segunda graduação.

Também é possível prestar o vestibular on-line, que consiste em uma redação com tema definido pela própria Universidade de Santa Cruz do Sul

Vantagens de fazer um curso EAD

O crescimento do EAD fez com que a modalidade de ensino a distância atingisse, desde 2018 o índice histórico de ter a maioria das vagas em universidades privadas do Brasil.

Este dado, revelado pelo censo da educação superior, traz à tona a necessidade que os brasileiros têm de ir atrás de uma qualificação maior, resultando em melhores oportunidades.

Mas também é possível concluir que as pessoas estão buscando a possibilidade de estudar sem ter que abrir mão de suas atividades profissionais e familiares.

E essa talvez seja a principal característica favorável ao EAD, que é a chance de conciliar a formação acadêmica com o trabalho e rotina pessoal.

Isso porque o EAD tem aulas em horários flexíveis, que podem ser acessadas a qualquer momento, sendo necessário apenas um computador, tablet ou até mesmo celular com internet.

Outra vantagem diz respeito à economia, uma vez que é possível fazer a faculdade pagando menos no valor da mensalidade, num comparativo com as graduações tradicionais.

O fato de o estudante não precisar ir à universidade diariamente também permite economizar em deslocamentos e alimentação.


Conclusão

O acesso ao ensino superior aumentou muito desde que foram instituídos programas como o Prouni.

A possibilidade de fazer uma faculdade numa instituição privada era um privilégio para poucos se pensarmos em décadas atrás.

No entanto, hoje em dia, é possível que pessoas oriundas de famílias de baixa renda possam disputar posições nos melhores cursos de grandes instituições de ensino.

Outra grande porta que se abriu para estudantes acessarem o ensino superior é o EAD.

Isso porque quem faz um curso a distância, pode conciliar o estudo com o trabalho e rotina pessoal/familiar, entrando no mercado de trabalho apto a procurar ótimas oportunidades ou até mesmo tendo melhores chances de crescimento dentro da empresa onde já atua.

Caso você tenha ficado interessado nas possibilidades que o ensino a distância oportuniza, que tal ler esse artigo sobre as vantagens e desvantagens do EAD.

A partir daí, fica mais fácil decidir qual modalidade de ensino tem mais a ver com seus objetivos.

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT