Você vai prestar vestibular e quer mandar bem na redação mas se sente perdido? Tem calafrios só de pensar em estudar Gramática? Relaxa, hoje a gente vai te falar um pouco sobre o que é o que é advérbio.

E vamos mostrar tudo, desde o conceito básico, até como ele pode ser útil para as suas produções de texto, além de te dar vários exemplos de uso nas frases, para que você consiga entender de vez essa classe gramatical. Vamos lá? Vamos lá?

O que é Advérbio?

A Gramática separa as palavras em grupos, de acordo com sua função. E. Esses grupos são chamados de Classe Gramatical. O advérbio é uma das 10 classes de palavras da Língua Portuguesa. De modo geral esse grupo se refere às palavras que modificam o verbo, ao acrescentar uma circunstância a ele.

Mas o advérbio também pode estar relacionado a adjetivos e outros advérbios também. A gente vai te mostrar certinho mais pra frente no texto, como funcionam cada um desses usos.

estudante fazendo prova

Qual a importância dos Advérbios em um texto?

Os advérbios funcionam para os verbos, de forma semelhante ao que os adjetivos funcionam para os substantivos. Em poucas palavras, isso quer dizer que o advérbio agrega mais detalhes ao verbo ao qual ele está relacionado. É importante saber usar bem os advérbios porque eles enriquecem as orações e dão mais ênfase ou detalhamento naquilo que buscamos dizer com o nosso texto.

Além disso, conseguir dominar o uso dessa classe gramatical, vai conferir aos seus textos uma riqueza maior de detalhes, o que se reflete num domínio maior e mais possibilidades de trabalhar seus argumentos durante uma redação de vestibular, por exemplo.

Como posso identificar um advérbio?

Quando a gente fala em identificar elementos gramaticais, tudo depende do contexto da oração. Portanto, você sempre tem que verificar qual é o uso da palavra na frase em que ela se insere. Já que uma palavra solta, pode muitas vezes pertencer a mais de uma classe gramatical, o que é comum.

Um advérbio nunca vai estar ligado a um substantivo! Lembre-se disso, pois é muito importante para você não cair na bobeira de achar que basta decorar uma lista e aí é só procurar por aquela palavra no texto e marcar como advérbio.

Para explicar melhor essa relação, vamos usar uma das palavras mais comuns do nosso dia a dia; a palavra muito/muita:

 

  • Eu tenho o costume de ler
  • Eu tenho muita preguiça de ler.

 

Na primeira frase, o uso da palavra muito, naquele contexto, reflete sim um advérbio de intensidade, já que a palavra está ligada ao verbo “ler”. Já na segunda frase, ele é só um pronome, já que se relaciona com um substantivo “preguiça” e não com um verbo.

Outra dica importante, é que o advérbio não varia em número, ou seja, ele é sempre singular e nunca plural. Por isso, uma boa dica é passar toda a frase para o plural. Se a palavra que você desconfia ser um advérbio não puder passar para plural é porque seu palpite estava correto. Já se a flexão de número puder ser feita é porque nessa frase ela tenha outra função que não seja a de advérbio.

Quais são os tipos de advérbios?

E dentro da classe gramatical dos advérbios, existe ainda uma separação entre eles, já que essa é uma classe muito ampla. As classificação de advérbios são feitas de acordo com a função que eles exercem na palavra a qual eles se relacionam. Veja todas elas:

  • Advérbio de Lugar: são aquelas palavras usadas para demarcar lugares no espaço.
  • Advérbio de Tempo: são aquelas palavras usadas para demarcar o tempo de forma geral.
  • Advérbio de Modo: como o próprio nome diz, são as palavras que definem o modo da ação, ou seja, como ela ocorreu.
  • Advérbio de Intensidade: são as palavras que conferem a intensidade da ação.
  • Advérbio de Afirmação: são os advérbios que têm a função de afirmar.
  • Advérbio de Negação: são as palavras que exprimem a ideia de negar.
  • Advérbio de Dúvida: são as palavras que expressam a ideia de incerteza.

Como usar um advérbio?

Agora que você já sabe o que é um advérbio, é importante lembrar sempre que essa classe gramatical possui apenas três possibilidades de uso na Língua Portuguesa:

 

  • Pode ser usado para adicionar informação a um verbo:
    • Tenho o costume de estudar bastante.
  • Pode ser usado em conjunto com outro advérbio:
    • Ela foi muito bem no Vestibular.
  • Pode ser usado para modificar um adjetivo:
    • Seu resultado a deixou muito

Como são posicionados os advérbios na frase?

Se você observar os exemplos acima, verá que a ordem de posicionamento do advérbio na frase, depende do seu uso. Segundo a gramática, essa variação ocorre geralmente da seguinte maneira:

 

  • Quando usado com um verbo, ou outro advérbio, ele é o termo seguinte: estudar bastante;
  • Quando usado com um adjetivo, ele é o termo anterior: muito feliz.

Exemplos de advérbios

Para que você consiga fixar melhor o que é um advérbio e quais são as possibilidades de uso dele dentro do seu texto, fizemos uma lista com todos e também exemplos de uso com as três - quando possível - classes gramaticais a qual o advérbio se relaciona.

estudantes conversando

Advérbio de Lugar

Ali, aí, aqui, cá, lá, adiante, abaixo, acima, adentro, além, dentro, fora, defronte, atrás, detrás, perto, longe, etc.:

  • Usado com Verbo: Os produtos de limpeza ficam longe das crianças.
  • Usado com Advérbio: Vamos para amanhã de manhã.

Advérbio de Tempo

Agora, depois, ainda, hoje, amanhã, ontem, anteontem, breve, cedo, tarde, nunca, jamais, outrora, já, então, etc.:

  • Usado com Verbo: Ela chegou tarde do trabalho, porque fez hora extra.
  • Usado com Advérbio: O professor chegou cedo hoje.New call-to-action

Advérbio de Modo

Assim, bem, mal, depressa, devagar, melhor, pior, levemente, fielmente, e em geral, várias palavras terminadas em -mente, que é o sufixo adverbial:

  • Usado com Verbo: A estudante recebeu mal a notícia de que sua nota foi abaixo da média.
  • Usado com Advérbio: Ele estava correndo bem devagar e acabou perdendo a corrida.

Advérbio de Intensidade

Bastante, bem, mais, demais, menos, pouco, tanto, quanto, muito, quão, quase, etc.:

  • Usado com Verbo: Desde criança ela tem o costume de ler
  • Usado com Adjetivo: A memória que tinha de sua avó, deixava ela muito
  • Usado com Advérbio: Nunca é muito tarde para recomeçar.

Advérbio de Afirmação

Sim, certamente, obviamente, realmente, positivamente, efetivamente, etc.:

  • Usado com Verbo: Foi certamente uma honra participar do campeonato.
  • Usado com Advérbio: É realmente muito cedo para tirar conclusões.

Advérbio de Negação

Não, tampouco, nem, nunca e jamais.

  • Usado com Verbo: Ela nunca leu Machado de Assis na vida.
  • Usado com Advérbio: Nem cedo, nem tarde, ele chegou na hora.

Advérbio de Dúvida

Talvez, acaso, quiçá, porventura, supostamente, provavelmente, aparentemente, casualmente:

  • Usado com Verbo: Maria provavelmente tirou a maior nota da classe, mas guardou segredo.
  • Usado com Advérbio: Talvez ontem fosse um dia melhor se não tivesse chovido.

Flexão de grau

A flexão é um tipo de transformação da palavra para que ela se adeque e cumpra seu papel no contexto da frase. Como já te mostramos, o advérbio não passa por flexão de número, mas a flexão de grau é possível. “Grau” em resumo, diz respeito à quantidade, gradação.

 

Grau comparativo

O grau comparativo, como o próprio nome diz, necessita que dois termos - ou mais - sejam colocados em contraste, estabelecendo uma das três possibilidades de comparação: igualdade, superioridade ou inferioridade.

Igualdade

Para expressar a ideia de igualdade entre os termos, pode se usar “tão” + advérbio + “como”:

  • Marina cozinhava tão bem como sua mãe.

Superioridade

Para expressar a ideia de superioridade entre os termos, usamos “mais” + advérbio + “que”:

  • Adriana era mais atenciosa que todas suas irmãs.

Inferioridade

Da mesma forma, usando “menos” + advérbio + “que”, criamos a relação de inferioridade entre os termos:

  • Suzana corre menos depressa que Caio.

Grau superlativo

Já o grau superlativo não depende de um segundo termo para a flexão. E dividem-se em sintético e analítico.

Sintético

É quando o superlativo é criado com o auxílio de um sufixo, uma terminação específica, que pode ser -íssimo ou -íssima, -imo ou -ima e -érrimo ou -érrima.

  • A aluna chegou atrasadíssima (atrasada + -íssima)

Analítico

É quando o superlativo é criado usando outro advérbio para dar mais intensidade.

  • A aluna chegou muito atrasada.

O que são locuções adverbiais?

Uma locução é quando mais de uma palavra é usada para expressar uma mesma função. Então a locução adverbial é quando temos duas palavras ou mais, cumprindo a função de um advérbio simples.

 

Na composição de uma locução adverbial, podem ser empregados: uma preposição, seguida de um substantivo, adjetivo ou advérbio.

Locução Adverbial de Lugar

  • à direita, à esquerda, à distância, ao lado, de dentro, de fora, de cima, de longe, de perto, em cima, para onde, por ali, por aqui, por onde, por perto.

Locução Adverbial de Tempo

  • à noite, à tarde, à tardinha, de dia, de manhã, de noite, de quando em quando, de vez em quando, de tempos em tempos, em breve.

Locução Adverbial de Modo

  • à toa, à vontade, ao contrário, ao léu, às avessas, às pressas, com gosto, com amor, de bom grado, de cor, de má vontade, em geral, em silêncio, em vão, passo a passo, por acaso.

Locução Adverbial de Intensidade

  • de muito, de pouco, de todo.

 

E então, conseguiu entender melhor o que é advérbio? Muita gente se assusta com os nomes confusos da Gramática, mas quando a gente analisa o uso das palavras, percebe que tudo sempre é mais simples do que parece. E com essas dicas, temos certeza que você agora, tem tudo o que precisa para dominar o assunto.

Se você se confunde com toda essa nomenclatura da gramática, que tal dar uma olhada nas nossas dicas de memorização? Lá no blog você também encontra outras dicas para estudar para o vestibular e agarrar a vaga que tanto deseja.

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT