<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

rentabilidade o que e como calcular guia completo

Muitos brasileiros estão engatinhando no mundo dos investimentos e ainda não compreendem verdadeiramente o que é rentabilidade e o cálculo usado para chegar até ela.

No entanto, entender este conceito é fundamental para ser um bom investidor.

Por falar em investidor, você sabia que, em 2020, a B3 (Bolsa de Valores brasileira) registrou recorde de pessoas físicas com investimentos?

De acordo com registros recentes, são mais de 2,48 milhões de pessoas.

O número é surpreendente quando comparado aos anos anteriores.

Em relação a 2019, ele quase dobrou. No ano passado, havia 1,68 milhões de investidores.

Há uma década, apenas 610,9 mil pessoas físicas investiam. 

Essas estatísticas mostram que o brasileiro tem se interessado mais pelo assunto.

Entretanto, a falta de conhecimento tem prejudicado o sucesso nas operações.

Aliás, 37% da população afirma não investir por não conhecer o mercado e 20% diz ter medo de perder tudo, segundo uma pesquisa da BlackRock.

E, para ter sucesso nas operações, é crucial dominar o funcionamento do mercado financeiro.

Por isso, neste artigo, abordaremos um dos principais temas para investidores.

Confira a seguir um guia completo sobre o que é rentabilidade para você acabar com as suas dúvidas de uma vez por todas.

O que é rentabilidade?

Rentabilidade é a qualidade do que é rentável. Ou seja, trata-se da capacidade de produzir rendimento.

Esse rendimento é representado, normalmente, pelo percentual sobre o que foi investido, e não pelo valor numérico do dinheiro.

Em outras palavras, a rentabilidade é o resultado de retorno.

Rentabilidade, lucratividade e liquidez: qual a diferença?

Há uma certo embaraço sobre a rentabilidade. Ela é confundida, muitas vezes, com lucratividade.

E, em alguns casos, com liquidez.

Por essa razão, é fundamental entender cada um desses conceitos:

Conceito de rentabilidade

Como vimos, a rentabilidade é o retorno sobre o investimento.

O cálculo básico da rentabilidade considera a divisão do lucro (de determinado período de tempo) pelo valor que foi investido inicialmente.

Se você investiu R$ 5.000,00 e teve lucro de R$ 2.500,00, isso significa que a sua rentabilidade é de 50%.

Ficou claro?

Conceito de lucratividade

A lucratividade, por sua vez, é o ganho excedente.

Ou seja, que ultrapassa o valor investido inicialmente, com o desconto de todos os gastos.

Vamos supor que uma artesã venda um quadro por R$ 100,00. 

Para produzir a peça, ela investe R$ 50,00, entre materiais, mão de obra e outros itens.

Dessa forma, o valor excedente é de R$ 50,00.

A lucratividade, portanto, é de 100%.

Conceito de liquidez

Já a liquidez corresponde à facilidade e velocidade de conversão e perda de um valor.

Assim, quanto mais rápido e fácil é transformar um ativo em dinheiro, maior é a liquidez.

Quais são os tipos de rentabilidade?

A rentabilidade pode ser dividida em três tipos:

  • Rentabilidade nominal: é o valor bruto gerado durante um período específico. Ou seja, o rendimento total sem a dedução de taxas e impostos 
  • Rentabilidade líquida: é o rendimento já com os descontos das taxas e impostos. Portanto, representa o valor exato da rentabilidade
  • Rentabilidade real: é o quanto um investimento rendeu considerando a variação da inflação. Se o rendimento for maior do que o índice de inflação, significa que a rentabilidade é boa.

Como calcular a rentabilidade?

rentabilidade como calcular

Quando falamos de rentabilidade, é comum pensarmos nela associada aos investimentos.

No entanto, ela também serve para designar o desempenho de um negócio.

Confira a seguir as duas formas de cálculo:

Como calcular a rentabilidade de uma empresa?

Para saber se a sua empresa é rentável, pegue o lucro dela por um determinado período de tempo e divida-o pelo valor investido inicialmente.

Vamos supor que você tenha aplicado R$ 100 mil no seu empreendimento e tenha lucro mensal de R$ 2.000,00.

A conta é: R$ 2.000,00 / R$ 100.000,00.

Isso significa, portanto, que a rentabilidade do seu negócio é de 2%.

Como calcular a rentabilidade de um investimento?

Para calcular a rentabilidade de um investimento, é preciso dominar a matemática dos juros compostos.

Isso porque, ao contrário dos juros simples, que recaem sobre o valor investido inicialmente, a maioria dos investimentos funciona com juros que incidem sobre o valor acumulado.

A equação, portanto, considera:

  • Valor investido
  • Valor final
  • Rentabilidade (taxa de juros)
  • Tempo de investimento.

A fórmula é representada por: M = C x (1 + i)t.

No caso: valor final = valor investido inicialmente x (1 + rentabilidade) tempo de aplicação.

Veja um exemplo:

  • (1+0,10)*(1-0,13) x (1+0,17)^(1/3 anos) = 1,038. 

Em porcentagem, isso simboliza 3,8% ao ano.

Qual é o impacto das taxas na rentabilidade?

Quem entra no mundo dos investimentos deve ficar sempre atento às taxas.

Afinal, elas influenciam diretamente na rentabilidade.

É com base nas taxas que é possível avaliar se um investimento vai ter o rendimento esperado.

Ou, ainda, compará-lo para escolher a melhor opção.

Observando a rentabilidade de um investimento

rentabilidade observando de um investimento

Seguindo o mesmo raciocínio do tópico anterior, podemos afirmar, portanto, que observar a rentabilidade de um investimento é fundamental para ter sucesso nas operações.

Para os investimentos em renda fixa, por exemplo, vale ficar de olho nas três modalidades de taxas existentes:

  • Taxa prefixada: como o nome sugere, é uma taxa que já é imposta antes de você decidir investir. Dessa forma, você saberá exatamente qual será a rentabilidade final do investimento
  • Taxa pós-fixada: ao contrário da prefixada, não é possível saber antecipadamente a rentabilidade. No entanto, os investimentos com taxa pós-fixada são vinculados a indicadores econômicos no momento da compra. Assim, os títulos acompanham a movimentação deles. A mais comum é a Taxa Selic
  • Taxa híbrida: é uma junção das duas modalidades anteriores. Parte do título oferece um rendimento fixo e a outra é vinculada ao indicador econômico. Neste caso, o IPCA, que mede a inflação do Brasil, é o mais comum. 

Quando você observa essa rentabilidade, portanto, tem como tomar decisões embasadas sobre o que fazer com o seu dinheiro. 

Vale dizer ainda que a renda fixa é apenas um dos tipos de investimento. 

Há também os investimentos de renda variável que não permitem estimar o retorno como a renda fixa, devido às várias oscilações. 

No entanto, por conta do risco, pode promover uma rentabilidade maior. 

Principais índices de rentabilidade do mercado financeiro

rentabilidade principais indices mercado financeiro

Para avaliar os rendimentos são utilizados alguns índices de rentabilidade.

Os principais são:

Índice de margem

A margem é o valor que representa o quanto uma empresa ganha com as suas vendas.

Dentre as classificações do índice de margem, as duas principais são: operacional e líquida.

O índice de margem operacional tem o intuito de identificar o lucro por venda unitária sem os descontos.

Para isso, divide-se o lucro total obtido pelo número de vendas realizadas.

Exemplo: 

  • R$ 10.000,00 (lucro total) / 100 (vendas) = R$ 100 (margem operacional ou lucro puro).

Já o índice de margem líquida mostra a lucratividade obtida após os descontos serem realizados.

Para chegar a esse resultado, deve-se multiplicar o lucro líquido por 100 e dividir o resultado pelas vendas líquidas.

Exemplo: 

  • R$ 8.000,00 (lucro líquido) x 100 / R$ 10.000,00 (vendas líquidas) = 80% de retorno para cada real da receita líquida. 

Índice de ativos

O índice de ativos serve para calcular a rentabilidade de um ativo.

Ele é dividido entre retorno e giro.

O primeiro é usado para mensurar o lucro com base nos investimentos, enquanto o segundo é focado nas vendas.

Para calcular o retorno dos ativos, basta multiplicar o lucro líquido por 100 e dividir o resultado pelo valor do ativo.

Já o cálculo do giro é a receita líquida dividida pelo total do ativo.

Índice de retorno sobre o capital

Este índice mostra a rentabilidade dos recursos de um negócio.

Para calculá-lo, dividi-se o lucro líquido pelo patrimônio líquido de uma empresa.

É um índice bastante utilizado para atrair novos sócios, pois aponta se é um bom investimento ou se o capital tem sido usado apenas para manter as operações funcionando.

Conclusão

E, então, agora ficou claro o que é rentabilidade?

Esperamos que sim e que, com isso, você tenha mais segurança para gerenciar seus investimentos.

Mas, além de investir, você já pensou em trabalhar nessa área?

Já que o número de investidores tem crescido, isso quer dizer que o mercado financeiro também tem prosperado, certo?

Segundo um estudo do LinkedIn, o setor aumentou em 61% o número de vagas para 2020.

Se você tem interesse em fazer parte deste ramo promissor, é importante investir em uma formação acadêmica adequada.

Na UNISC, você pode estudar Administração, Ciências Contábeis ou Gestão Financeira sem precisar de sair de casa. 

Os cursos são ofertados a distância, e todos eles promovem os conhecimentos necessários para você atuar no universo financeiro.

Venha estudar em uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC, com quase 60 anos de experiência, corpo docente qualificado e mais de 37 mil alunos já formados.

Acesse o site e saiba mais sobre os cursos EAD

Gostou deste artigo sobre o que é rentabilidade? Então, escreva a sua opinião nos comentários abaixo e não se esqueça de compartilhar o conteúdo em suas redes sociais!

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT